sexta-feira, 17 de outubro de 2014

CEJA PROMOVENDO A INCLUSÃO NAS AULAS DE INGLÊS

Atualmente, com a popularização dos livros sonoros e da informática, enfim, dos recursos de tecnologia assistiva para pessoas cegas, o Braille vem sendo deixado, de certa forma, em segundo plano. Todavia, nada poderá ou deverá substituí-lo como sistema base da educação dos não videntes, pois, como sabemos, a falta de leitura direta refletir-se-á na escrita, que consequentemente será deficiente, no tocante ao Braille, e desarranjada, quanto à ortografia.

Na última terça-feira (14/10), com objetivo de realizarmos uma aula de língua estrangeira inclusiva, apresentamos, às turmas do Ensino Médio, do CEJA Professor Alfredo Simonetti, o Sistema Braille e o seu inventor através de um texto em inglês, que foi lido, interpretado e compreendido pelos alunos.

A seguir, distribuímos um exercício simples que pedia para os mesmos escreverem seus nomes e uma frase em inglês (extraída do texto em questão) utilizando o Sistema Braille cujo alfabeto podia ser consultado no início do exercício. 

Também apresentamos, à turma, um kit com o suporte manual para a escrita Braille: uma prancheta de madeira com uma reglete de metal e um punção. Além destes instrumentos, compunham o referido kit, um guia para escrita cursiva e um sorobã (instrumento utilizado para trabalhar cálculos e operações matemáticas – uma espécie de ábaco).

A aula foi bastante participativa e a atividade inclusiva realizada até mesmo por duas crianças, filhas e acompanhantes de uma das nossas alunas.

Texto trabalhado, kit com o suporte manual para a escrita Braille: uma prancheta de madeira com uma reglete de metal e um punção. Além destes instrumentos, compõem o referido kit, um guia para escrita cursiva e um sorobã (instrumento utilizado para trabalhar cálculos e operações matemáticas – uma espécie de ábaco).

Alunos concluindo cópia do texto "The Braille System".

              Professora Josselene Marques apresentando os instrumentos correspondentes
                            a um caderno e um lápis (prancheta/reglete e punção),
                                      utilizados na escrita dos não videntes.

Alunos concentrados na realização (prazerosa) do exercício.

Exercício realizado, inclusive, por duas crianças presentes em sala de aula.

Exercício realizado, inclusive, por duas crianças presentes em sala de aula.

                    Concentração, interesse e participação...

                    Concentração, interesse e participação...

                 Concentração, interesse e participação...

               Concentração, interesse e participação...

                Concentração, interesse e participação...

             Concentração, interesse e participação...

                  Concentração, interesse e participação...

                Concentração, interesse e participação...

Multiplicando o conhecimento... Aluna demonstrando a escrita em Braille para sua filha.

                             Manuseio do sorobã.

Exercício proposto e realizado.

O alfabeto do Sistema Braille

NOTA DO BLOG DO CEJA: Texto e fotos da profª Josselene Marques.

sábado, 12 de julho de 2014

REUNIÃO NO CEJA

Nesta manhã (12/07/2014), representantes da 12ª Dired, gestores, apoio pedagógico, professores e demais funcionários se reuniram nas dependências deste Centro de Educação de Jovens e Adultos para tratarem de assuntos administrativos (entre eles, a definição de um professor para ocupar o cargo de vice-diretor. Após o resultado da votação dos presentes, o nome do professor Ubirajara Gurgel de Albuquerque foi oficializado para assumir a vice-direção) e receberem orientações de Maria Elma Cunha Paiva, professora/coordenadora pedagógica da 12ª Dired, sobre o acesso ao SigEduc.

Marcador com tema para reflexão distribuído na acolhida.

Professores aguardando o início da reunião.

Supervisora Eliane Araújo dando início à reunião, fazendo a reflexão.

Apresentação do apoio pedagógico do CEJA

Integrantes do Conselho 

Gestora Sandra Pinto e supervisora Daniela Praxedes
 dando prosseguimento à pauta

Escolha do vice-diretor deste CEJA

Conselheira Josefa e supervisora Socorro dando suas contribuições
durante o cumprimento da pauta desta reunião.

A coordenadora pedagógica da 12ª Dired , professora Elma Cunha,
 orientando os presentes quanto ao acesso ao SigEduc.

A coordenadora da EJA Edileusa Campos participou da reunião
 e posa ao lado de professores e funcionários deste CEJA.


NOTA DO BLOG DO CEJA: Postado pela profª Josselene Marques

segunda-feira, 30 de junho de 2014

CEJA NA COPA DO MUNDO 2014

No último dia 11/06, data que antecedeu o início do recesso escolar 2014, o CEJA Professor Alfredo Simonetti realizou, nos turnos matutino e vespertino, as atividades de culminância do projeto “Copa do Mundo no País do Futebol”.

Parabenizamos os alunos de ambos os turnos pelo empenho e desempenho no cumprimento das tarefas propostas pelos professores durante as diferentes as etapas do projeto e, principalmente, na culminância. Os registros fotográficos nos dão uma ideia da criatividade dos nossos jovens e adultos.

Abaixo, a programação do turno vespertino, juntamente com as fotos de ambos os turnos:

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO COPA DO MUNDO NO PAÍS DO FUTEBOL

ABERTURA: As professoras Elizabeth Ferreira, Lúcia Câmara e Josselene Marques farão a acolhida recitando/cantando trechos de alguns temas das Copas do Mundo anteriores. Em seguida, elas “passarão a bola” para o aluno Ernani Pereira (Bloco A1), que será o apresentador da programação do vespertino.

Lúcia Câmara: COPA 1958 – A TAÇA DO MUNDO É NOSSA

“A taça do mundo é nossa
Com brasileiro não há quem possa
Êh eta esquadrão de ouro
É bom no samba, é bom no couro.” [...]

Elizabeth Ferreira: COPA 2002 – A FESTA
[...]
“Tem gente de toda cor
Tem raça de toda fé
Guitarras de rock'n roll
Batuque de candomblé
Vai lá, prá ver...

A tribo se balançar
E o chão da terra tremer
Mãe Preta de lá mandou chamar
Avisou! Avisou! Avisou! Avisou!...” [...]

Josselene Marques: COPA 1970 – PRA FRENTE BRASIL

[...]
“De repente é aquela corrente pra frente,
Parece que todo o Brasil deu a mão!
Todos ligados na mesma emoção, tudo é um só coração!
Todos juntos vamos pra frente Brasil, Brasil!
Salve a seleção!” [...]

Professoras Elizabeth, Lúcia e Josselene: COPA 1998 – CORAÇÃO VERDE E AMARELO
[...]
“Eu sei que vou
Vou do jeito que eu sei
De gol em gol
Com direito a "replay"
Eu sei que vou
Com o coração batendo a mil
É taça na raça, Brasil!!!”
[...]

Professoras Elizabeth, Lúcia e Josselene: Agora, Ernani, é com você!

Ernani Pereira: Bem, amigos do CEJA, vamos dar início a mais um momento de apresentações. Como todos vocês sabem, hoje é a culminância do projeto COPA DO MUNDO NO PAÍS DO FUTEBOL.

Nesta tarde, teremos várias atrações e oportunidades para aprendermos um pouco mais e entendermos a razão e a importância de o Brasil sediar uma Copa do Mundo. Vamos lá, então?

De uma maneira geral, criou-se um mito de que o Brasil é o País do Futebol, quando, na verdade, o futebol moderno teve sua origem na Inglaterra. Entretanto, este esporte tem uma importância notável para os brasileiros: em todos os recantos da nação, eles se vestem de verde e amarelo, decoram as ruas, as casas, as lojas, as escolas, os meios de transporte, tornando-se o futebol uma “febre nacional”.

O objetivo do futebol é fazer o gol. Enquanto assistimos a uma partida, a maior motivação é, exatamente, a expectativa de ver a bola balançar a rede para gritarmos o tão desejado “goooool”.

E qual seria o papel da escola neste contexto? É fundamental ela mostrar que o futebol – embora seja um esporte altamente competitivo – deve ser jogado respeitando a integridade física do adversário, sem discriminação ou preconceito, tanto da parte dos competidores quanto dos torcedores.

1. Neste momento, todos de pé, cantemos o nosso Hino Nacional. Ele será executado em ritmos variados pelos seguintes alunos: Géssica (4º Período), Jefferson (1º Período), Isaac (Bloco C) e Luiz Henrique (Bloco A1).
(...)

2. Passemos à nossa segunda apresentação: ela está a cargo da Associação Cultural Boa Semente de Capoeira. Este grupo – do qual faz parte nossa colega de turma Liliany Souza (Bloco A1), responsável pelo convite e pela presença dos mesmos neste evento – está sob a responsabilidade do professor Huck e do instrutor Dalsim.
(...)

3. Nossa terceira apresentação será feita pelos alunos do 3º Período, que vão nos falar sobre “A história das Copas”.
(...)

4. A quarta apresentação será feita por alunos representantes do Bloco A1, 4º Período, 5ºs Períodos A e B, 1º período e 3º Período. Teremos o desfile com as bandeiras dos 16 países que sediaram as Copas do Mundo de 1930 a 2014.

1930 – URUGUAI
1934 e 1990 – ITÁLIA
1938 e 1998 – FRANÇA
1950 e 2014 – BRASIL
1954 – SUÍÇA
1958 – SUÉCIA
1962 – CHILE
1966 – INGLATERRA
1970 e 1986 – MÉXICO
1974 e 2006 – ALEMANHA
1978 – ARGENTINA
1982 – ESPANHA
1994 – ESTADOS UNIDOS
2002 – COREIA DO SUL
2002 – JAPÃO
2010 – ÁFRICA DO SUL

5. A quinta apresentação será feita pelo aluno Gustavo Freitas (1º Período). Ele nos mostrará a uma maquete com a escalação da seleção e sua posição em campo.
(...)

6. Agora, a sexta apresentação, que será conjunta: os alunos do Bloco C1 nos mostrarão as bandeiras dos países que ganharam Copas do Mundo (os campeões mundiais) enquanto os alunos do 5º Período B farão a localização das cidades nas quais acontecerão os jogos desta Copa 2014.
(...)

7. Na sétima apresentação, a aluna Amanda Medeiros (1º Período) fará uma explanação sobre os pontos positivos de um país sediar a Copa do Mundo.
(...)

8. Na oitava apresentação, os alunos do 2º Período nos revelarão algumas Curiosidades das Copas Mundo.
(...)

9. E agora a última apresentação: será feita pelo mesmo grupo que apresentou o Hino Nacional. Trata-se da música “Todo Mundo” de Gaby Arantes.
(...)

Encerramento.


Confraternização com lanche especial: galo-quente com suco de cajarana.


Estas duas garotas são filhas de uma de nossas alunas do 1º Período (Niedjan Sousa).
Elas abriram o desfile das bandeiras dos países que sediaram
 as Copas do Mundo de Futebol entre 1930 e 2014.

Abrindo a programação do vespertino, as professoras Lúcia Câmara, Elizabeth Ferreira
 e Josselene Marques, cantando músicas que foram temas de Copas passadas, "passaram a bola" para
o aluno do Bloco A1, Ernani Pereira, que foi o grande apresentador da tarde. 

Todos cantando o Hino Nacional executado em ritmos variados.

Apresentação do grupo de capoeira

Apresentação de trabalhos

Idem.

Concurso de embaixadinhas e premiação (turno matutino)

Apresentação de trabalhos (turno matutino)

Excelente participação dos alunos (turno matutino)

Maquetes e cartazes de ambos os turnos

Algumas curiosidades das Copas do Mundo

Gestora e professores de ambos os turnos

Idem.


quarta-feira, 7 de maio de 2014

CEJA NO I ENCONTRO ESTADUAL PARA ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO DA EJA - PNLD 2014

Ontem (06/05), das 8 às 17 horas, no Instituto de Ensino Superior Presidente Kennedy, a Secretaria de Estado de Educação e Cultura (SEEC/RN) – através da Coordenadoria de Desenvolvimento Escolar (CODESE) em parceria com a Subcoordenadoria de Educação de Jovens e Adultos (SUEJA) – realizou o I Encontro Estadual para escolha do Livro Didático da EJA – versão 2014. Estiveram reunidos professores, técnicos, doutores e assessores pedagógicos que debateram acerca de temas que fundamentam o processo de escolha do livro e a aplicação do mesmo em sala de aula.

O evento foi dividido em três momentos: abertura, com a presença do secretário adjunto de estado da educação e da cultura Joaquim Juraci Farias de Oliveira; mesa redonda, com o tema “Orientações pedagógicas para a escolha do livro didático da EJA”, fundamentando o processo de escolha deste relevante instrumento de ensino-aprendizagem; análises das obras didáticas destinadas à EJA, por grupos de assessores pedagógicos, coordenadores do Programa Brasil Alfabetizado da rede estadual de ensino, professores e técnicos das 16 Diretorias Regionais de Educação (DIREDs) do RN, distribuídos em três grupos – GT 1 (Alfabetização), GT 2 (Ensino Fundamental – anos iniciais) e GT 3  (Ensino Fundamental – anos finais).

No final da tarde, deu-se a proclamação do resultado:

G1 – 1ª opção: LER E PENSAR O MUNDO – Editora Positivo
         2ª opção: ALFABETIZA BRASIL – Editora Terra Sul

G2 – 1ª opção: EJA MODERNA – Editora Moderna
         2ª opção: É BOM APRENDER – Editora FTD

G3 – 1ª opção: CAMINHAR E TRANSFORMAR – Editora FTD
         2ª opção: EJA MODERNA – Editora Moderna

A coordenadora Edileusa Campos e a professora Josselene Marques (CEJA) representaram a 12ª Dired, levando e defendendo as sugestões dos livros escolhidos pelos professores dos oito municípios que compõem sua circunscrição: Mossoró, Areia Branca, Baraúna, Grossos, Governador Dix-sept Rosado, Tibau, Serra do Mel e Upanema.


A seguir, confira alguns registros fotográficos:


Momentos que antecederam o início do encontro

Em primeiro plano, na foto à esquerda, as representantes da 12ª Dired:
coordenadora Edileusa Campos e professora Josselene Marques (CEJA)

Início do evento: composição da mesa de autoridades
 e fala do professor Joaquim Juraci Farias de Oliveira
 (Secretário Adjunto de Estado da Educação e da Cultura) 

Momento cultural: apresentação do arte educador/técnico da SUEJA
 Prof. Cláudio Almeida Cavalcante

A professora Rouseane da Silva Paula (SEEC) e a coordenadora do PNLD/PNBE no RN Erileide Maria Oliveira Rocha
fornecendo orientações pedagógicas para escolha do Livro Didático da EJA, versão 2014. 

Distribuição dos GTs para análise das obras didáticas para a EJA

Grupos em ação analisando as obras didáticas

Intervalo para o almoço

Após mais algumas horas de análise das obras pelos GTs, o professor Marcos Cleber Alves de Moura
(Coordenador de Desenvolvimento Escolar/SEEC) e a professora Erileide Maria Oliveira Rocha
(Coordenadora do PNLD/PNBE no RN) proclamam o resultado final.


NOTA DO BLOG DO CEJA: texto e fotos da profª Josselene Marques.